Os 10 erros mais comuns de brasileiros ao escrever em inglês

0
131
views

O site da revista Babbel, elencou os 10 erros mais cometidos na hora de escrever em inglês (e falar também).

Confira abaixo:

1 – Falsos Cognatos

Falsos cognatos são palavras que pensamos saber o significado, porque são semelhantes ao português, mas geralmente induzem a erros. Exemplos:

Actually não significa “atualmente”, mas “na verdade”. Exemplo: Actually I didn’t mean that (na verdade eu não quis dizer isso).
Brave não significa “bravo”, mas “corajoso”.
Push não é “puxar”, mas “empurrar”.
Pretend não é “pretender”, mas “fingir”.
Intend sim significa “pretender”.
Parents não é “parentes”, mas “pais”.

2- Out, into, up…. e os verbos frasais

Na língua inglesa, preposições podem ser usadas para formar verbos frasais, que não existem em português. Se você trocar um por outro, o significado também muda.

Look out, por exemplo, significa “ter cuidado”. Já look into quer dizer “verificar”.
Make up é “inventar”, “fazer as pazes”. E make out significa “ficar”, no sentido de namorar.

3- Expressões Idiomáticas

O português brasileiro apresenta inúmeras expressões que não podem ser traduzidas literalmente porque não fazem nenhum sentido para falantes da língua inglesa. Portanto, nunca use frases como essas:

Break the branch (quebrar o galho). Uma expressão em inglês correspondente seria “to make do”. Exemplo: I didn’t have a wardrobe, so I had to make do with boxes (eu não tinha um guarda roupa, então quebrei o galho com caixas).
Stepped on the ball (pisou na bola). “Drop the ball” seria a expressão correta.
Cockroach blood (sangue de barata). “To be meek and mild” é a expressão que pode ser usada nesse sentido.
Swallow the frog (engolir sapo). Em vez, use “take it to the chin”.
Kick the bucket (chutar o balde). Esta expressão existe em inglês, mas significa “bater as botas”, “morrer”. “Throw everything up in the air” seria a expressão mais correta para esse caso.

4 – People is…

É comum o erro de pensar que people é singular. Isso porque, “povo”, uma das traduções, é singular. Contudo, esse substantivo deve-se ser usado no plural.

Certo: People are going to a bar after work (as pessoas vão para um bar depois do trabalho). Errado: People is going to a bar after work.

5 – I have 30 years

“Eu tenho 30 anos” é uma frase perfeitamente correta em português. Porém, em inglês, ninguém “tem” uma idade, as pessoas “são” aqueles anos que viveram. Por isso, é necessário usar verbo “to be” antes da expressão de tempo.

Certo: I am 30 years old (eu tenho 30 anos). Errado: I have 30 years old.

Certo: My baby is 6 months old (meu bebê tem 6 meses). Errado: My baby has 6 months old.

6 – Lost x Missed

“To miss” significa “sentir falta” e “to lose” quer dizer “perder”. Contudo, usa-se “to miss” também para quando perde-se algo por não ter chegado a tempo. Exemplo:

Certo: I missed the train. Errado: I lost the train.

Em português, usa-se o verbo “perder” para a situação acima. Assim, é comum cometer o erro de fazer a mesma associação em inglês. Um uso correto do verbo “to lose” seria:

Certo: I lost my wallet (perdi minha carteira).
Errado: I missed my wallet.

7- Make x Do

Ambos os verbos podem ser traduzidos como “fazer”, mas não podem ser usados indiscriminadamente. Nesse caso, é melhor decorar onde usar o quê. Exemplos:

To do
To make
Do your best (faça o seu melhor)
Make an appointment (marcar uma hora)
Do a course (fazer um curso)
Make a change (fazer uma mudança)
Do the dishes (lavar a louça)
Make a decision (tomar uma decisão)

8 – Nothing x Anything

Muitos brasileiros usam anything e nothing, que significam “nada”, como sinônimos. Mas isso está errado. Anything deve ser usado em frases negativas e nothing em frases afirmativas. Exemplo: I don’t know anything about that (eu não sei nada sobre isso) ou I know nothing.

9- Travel x Trip

Travel é mais comumente usado como verbo. Exemplo: I’m planning to travel to Italy (estou planejando viajar para a Itália).

Trip é usado como substantivo. Exemplo: I’m planning a trip to Italy (eu estou planejando uma viagem para a Itália).

10- Have x There is

Ter (to have) é usado como sinônimo de haver (there is/are) em português, mas o mesmo não acontece em inglês.

Certo: There are many people here. Errado: Have many people here.

Fonte: Babel Magazine

Comente pelo Facebook

comments